Batistas e ministério

“Digo a verdade: O que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim fizeram”
Mateus 25.40

Uma das maneiras que os batistas se esforçam para colocar sua fé em prática é ministrando à todas as necessidades das pessoas. De muitas maneiras pelo mundo, batistas aliviam o sofrimento humano no nome de Jesus.

A base para o ministério
O ministério batista está enraizado nas crenças e políticas batistas fundamentais. Tal ministério não está apenas adicionado, mas integra a identidade batista. As razões, extensão e natureza do ministério, tudo se relaciona com as convicções batistas fundamentais.

Batistas enfatizam a importância do senhorio de Jesus Cristo. Jesus chama os seus discípulos para ministrar aos outros.

Em seu ministério, Jesus deu exemplo de cuidar das pessoas em todas as suas necessidades. Como resultado de sua preocupação com as necessidades físicas das pessoas, ele fez o cego ver, o mudo falar, o coxo andar e curou os enfermos (Mateus 11: 5). Ele cconcedeu saúde mental e emocional aos loucos.  Ele deu às pessoas marginalizadas dignidade e aceitação, como ao coletor de impostos trapaceiro e à adúltera.

Além disso, Jesus como Senhor ensinou a importância de ministrar às pessoas. Ele declarou aos seus discipulos: “Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros” (joão 13.35). Quando perguntado sobre qual era o maior mandamento da lei, Ele respondeu que era: amar a Deus e ao próximo (Mateus 22.37-40). Amor ao próximo, Jesus disse, é demostrado em atos de misericória ao encontro das necessidades. Ele declarou que a base para o julgamento eterno da vida é quanto uma pessoa foi ao encontro das necessidades dos outros. (Mateus 24.31-46)

Batistas estão comprometidos com a autoridade bíblica de fé e prática. A Bíblia deixa claro a importância de ministrar a todas as necessidades humanas. A Bíblia ensina que devemos amar não só com palavras, mas com atos de compaixão (1 João 3: 17-18). O Novo Testamento registra como as primeiras igrejas fizeram isso.

Batistas crêem que a salvação vem somente através de uma resposta de fé ao dom da graça de Deus em Jesus Cristo. Nós não somos salvos pelas boas obras, mas pela fé. No entanto, a salvação deve resultar em boas obras. “Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas” (Efésios 2:10). “A fé sem obras é morta”, ensina a Bíblia (Tiago 2:20).

As pessoas que são salvas pela fé em Jesus Cristo como Senhor e Salvador se tornam crentes sacerdotes (1 Pedro 2: 5; Apocalipse 1: 6). Cada sacerdote crente tem a responsabilidade de ministrar a outros. Ministrar às pessoas não é uma tarefa apenas para pastores e diáconos, mas para todos os crentes sacerdotes. Dada a complexa magnitude da necessidade humana, os crentes sacerdotes adevem exercer a competência da alma para apurar e seguir a vontade de Deus quanto a quais necessidades precisa atender. Dependem do poder (Atos 1: 8) e a liderança do Espírito Santo (Gálatas 5:25).

Batistas praticam governo congregacional da igreja, a autonomia da igreja local e cooperação voluntária. A denominação Batista não decide nem pode decidir quais ministérios as igrejas devem executar ou como elas se relacionam uma com as outras para ministrar às pessoas. Igrejas executam uma variedade de ministérios. Elas também trabalham juntas em cooperação voluntária para fornecer ministérios além da igreja local através das obras de associações, convenções, sociedades e uniões.

Um firme compromisso com a liberdade de religião levou batistas a realizar os ministérios sem recorrer à coerção. Os indivíduos e as igrejas são livres para escolher quais os ministérios devem ter e realizar. Ministérios são feitos por meio de ofertas voluntárias dos batistas (2 Coríntios 8: 1-8), e não por fundos recolhidos de impostos ou taxas denominacionais, porque ambos envolveriam coerção. O ministério Batista está enraizado na participação voluntária, apoio e cooperação.

A extensão do ministério
A extensão do ministério Batista é baseado no exemplo e os ensinamentos de Jesus e as instruções da Bíblia. Portanto, o ministério é para a pessoa por completo, para todos e em todos os lugares.

O ministério batista se preocupa com a pessoa por inteiro — espiritual, físico, mental, emocional e social. As necessidades físicas são atendidas através de ministérios, tais como o oferecimento de alimentos, roupas, água potável, abrigo e cuidados médicos. As necessidades mentais e emocionais são supridas por aconselhamento, visitação, pregação e ensino. As necessidades sociais são supridas por comunhão, lazer e integração do solitário e marginalizado nestas e outras atividades. As necessidades espirituais são supridas através do evangelismo, missões, discipulado e educação cristã. Batistas geralmente consideram o ministério incompleto se o compomente espiritual não for incluído, tais como evangelismo e assistência espiritual.

Batistas também ministram a todas as pessoas — pessoas de todas as idades e de toda condição física, emocional e mental; de toda as raças, culturas, classes, filosofias e crenças; e todos os níveis econômico, educacional e social.

O ministério Batista pode ser encontrado em uma variedade de lugares. Onde há pobreza urbana, prisões, bases militares, hospitais, áreas rurais, centros de refugiados, locais de desastres naturais … e a lista de ministérios Batistas segue. O ministério batista pode ser encontrado em termos locais, regionais, nacional e mundial.

Métodos de ministério
O ministério batista é realizado por uma extensa variedade de métodos. Estes métodos são utilizados por pessoas, igrejas, instituições e organanizações denominacionais como associações e convenções.

De acordo com o exemplo e mandamentos de Jesus, as pessoas devem individualmente ministrar às necessidade humanas. Por si só, independentemente de qualquer organização, batistas saram as feridas do coração partido, visitam os doentes e aqueles que estão morrendo, encorajam os deprimidos e realizam uma infinidade de outros ministérios. Além disso, há pessoas dedicadas que constituem um exército de voluntários e membros de equipes que tornam possível para igrejas e outras organizações servirem o povo.

Igrejas batistas de vários tamanhos e lugares ministram às necessidades humans. Além de atender às necessidades espirituais através do evangelismo e cuidados cristãos, igrejas suprem outros aspectos do sofrimento humano – físico, mental, emocional e social. Aconselhamento dos cansados, comida para os que tem fome, roupas para os pobres, transporte para os deficientes…. a lista de ministérios é praticamente interminável.

Instituições batistas ministram às necessidades humanas. Escolas e faculdades batistas foram fundadas para prover as necessidades educacionais das pessoas antes que houvesse escola e universidade pública. Instituições para cuidar do órfão e crianças carentes estão entre as mais antigas instituições batistas. Batistas apoiam instituições que cuidam de idosos. Hospitais e clínicas batistas ministram através de ampla capelania e programas de caridade. Muitas instituições mandam membros de sua equipe e voluntários para várias partes do mundo para realizar ministério.

Organizações batistas de diferentes tipos satisfazem as necessidades de pessoas de várias maneiras. Algumas delas trabalham em tempos de desastres naturais, como inundações, furacões, tornados e terremotos para atender as vítimas. Organizações fornecem alimentos, água e roupas e ajudam na reconstrução de casas e igrejas. Outras oferecem programas de longo prazo, tais como capacitação profissional para aqueles que estão desempregados e alfabetização para aqueles que não podem ler. Algumas dessas organizações trabalham por conta própria, enquanto outros trabalham com vários grupos religiosos e seculares.

Convenções e associações de igrejas batistas adotam muitas dessas instituições e organizações, canalizam fundos doados por indivíduos e igrejas e ajudam a coordenar os esforços do ministério.

Conclusão
O ministério multifacetado desempenha um papel importante na vida Batista. Instruída pela Bíblia e no poder do Espírito Santo, batistas se esforçam para ministrar em nome de Jesus a todas as áreas da vida da pessoa, a todos, e em todos os lugares para a glória de Deus Pai.

“Ó, cristão, ao invés de disputar, deixe-me dizer a você como provar sua religião.
Viva isso! Viva isso!”
Charles Hadden Spurgeon
pastor batista, Londres, Inglaterra, século XIX

Home Widget 1

This is your first home widget box. To edit please go to Appearance > Widgets and choose 6th widget from the top in area 6 called Home Widget 1. Title is also manageable from widgets as well.

Home Widget 2

This is your second home widget box. To edit please go to Appearance > Widgets and choose 7th widget from the top in area 7 called Home Widget 2. Title is also manageable from widgets as well.

Home Widget 3

This is your third home widget box. To edit please go to Appearance > Widgets and choose 8th widget from the top in area 8 called Home Widget 3. Title is also manageable from widgets as well.
Top